Seara – O juiz Douglas Cristian Fontana da Comarca de Seara condenou um homem ao cumprimento de sete anos e quatro meses de prisão por envolvimento com um roubo majorado registrado no dia 12 de fevereiro de 2015 em uma boate situada em Linha Vani, interior de Seara. A decisão foi publicada nas últimas horas pela Justiça da Comarca de Seara.

Um segundo denunciado pelo Ministério Público foi absolvido pelo judiciário por insuficiência de provas. Por ser uma decisão de primeira instância o Ministério Público ainda poderá recorrer pedindo a condenação do acusado que foi absolvido e ampliação da pena para o condenado.

De acordo com o autos do processo, o crime teria ocorrido por volta das 23h30. Os suspeitos teriam ido até a boate e solicitaram uma cerveja. Após o consumo, eles anunciaram o assalto usando uma arma de fogo. Depois de conseguirem ter acesso ao caixa da boate os bandidos fugiram com R$ 150. Já na fuga, houve disparo de arma de fogo. Ninguém ficou ferido.

O juiz em sua decisão negou a substituição da pena por restritivas de direito. O condenado poderá recorrer em liberdade, já que aguardou dessa forma a tramitação do processo em primeira instância. Caso o Tribunal de Justiça em Florianópolis manter a decisão de primeira instância o acusado terá que iniciar o cumprimento da pena que prevê o regime inicialmente fechado.