A cúpula da CBF pretende levar a Seleção brasileira até Brasília, para uma visita ao presidente Jair Bolsonaro, se a equipe conquistar o título da Copa América. O assunto vem sendo tratado com cuidado pela confederação e assessores do Palácio do Planalto. Mesmo que Bolsonaro compareça a uma eventual final da Copa América, no Maracanã, com a presença da Seleção, e o time seja campeão, a ideia da CBF é que haja um encontro mais protocolar com o presidente. O gesto não pode ser atribuído somente como uma deferência especial à Presidência da República. Por trás da iniciativa, está a estratégia da CBF atrair a simpatia das autoridades a fim de neutralizar possíveis investigações de desvios cometidos por seus dirigentes.