Concórdia – Os focos do mosquito Aedes Aegypt tiveram uma alta expressiva nos primeiros dias de dezembro com 26 registros. Concórdia que já está entre os municípios considerados como área de infestação para o mosquito totaliza somente neste ano 332 focos. 

Os últimos registros ocorreram nos seguintes bairros; Petrópolis (4), Itaíba (4), Centro (3), Catarina Fontana (2), Nações (2), São Miguel (1), Imigrantes (1), Santa Cruz (1), São Cristóvão (1), Vista Alegre (1) e Industriários (1). Nas ultimas horas mais cinco focos foram confirmados.

Além disso, em Concórdia foram diagnosticados três casos importados de dengue, ou seja, de pessoas que foram infectadas em outras cidades e manifestaram os sintomas quando estavam na região. Os pacientes já tratados contraíram o vírus em São Paulo e Minas Gerais.

Diretoria de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina fez um alerta sobre a situação em Concórdia. Isso porque, o resultado do Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (LIRAa), realizado no mês de novembro de 2019, deixa o município no índice preocupante para o alto risco para transmissão de dengue, febre de chikungunya e zika vírus.