Concórdia – Os atendimentos nas unidades dos Correios em Concórdia estão normais, segundo as informações apuradas pela Atual FM. Os servidores públicos aderiram a paralisação da categoria cobrando reajuste salarial e também contrários ao processo de privatização anunciado pelo Governo Federal.

De acordo com as informações, os servidores dos Correios de Concórdia estão trabalhando normalmente, inclusive com as entregas de correspondências e mercadorias. Uma paralisação poderá ocorrer caso nenhuma medida seja adotada pelo Governo Federal no que diz respeito a negociação salarial de 2019.

PROPOSTAS

A categoria não aceitou a proposta de reajuste salarial oferecida pela empresa, de 0,8%, menor que os 3,1% da inflação acumulada em 12 meses pelo Índice de Preços ao Consumidor (INPC).

Os trabalhadores são contra a exclusão do Vale-Cultura, a redução do adicional de férias de 70% para 33% e o aumento da mensalidade do convênio médico e da co-participação em tratamentos de saúde, além da exclusão dos pais de planos de saúde.

Em nota, os Correios de Santa Catarina disseram que participaram de dez encontros na mesa de negociação com os representantes dos trabalhadores, quando foi apresentada a real situação econômica da estatal e propostas para o acordo dentro das condições possíveis, considerando o prejuízo acumulado na ordem de R$ 3 bilhões.