Piratuba – Tramita na Vara Cível da comarca de Capinzal o processo por perdas e danos ingressado por uma empresa de Piratuba que alega ter sofrido prejuízo com a interrupção no fornecimento de energia elétrica pela Celesc.

A empresa, do ramo cervejeiro, cobra R$ 8 mil da estatal por ter paralisado a produção do produto no dia 7 de fevereiro de 2014, entre as 15h30 e 17h. Conforme o processo, o litro do produto custava R$ 4, sendo que estavam nos tanques de produção dois mil litros de chopp.

Diante dos fatos o empresário registrou um boletim de ocorrência na delegacia de polícia contra a Celesc, no intuito de ser ressarcida do prejuízo referente ao produto que teve de ser inutilizado.

Na semana passada o juiz Fernando Rodrigo Busarello determinou a realização de audiência conciliatória no dia 24 de novembro, às 16h40min. O processo foi incluído, por decisão do magistrado, na Semana Nacional de Conciliação, promovida pelo Conselho Nacional de Justiça, cujo Poder Judiciário de Capinzal aderiu. (Michel Teixeira)