Concórdia – Os Bombeiros Voluntários conseguiram fazer os primeiros atendimentos, porém uma empresa especializada terá que fazer a remoção do produto químico que teria vazado da carroceria de um caminhão na manhã desta quinta-feira, dia 16, no pátio de uma empresa na Rua Tancredo Neves, próximo do posto Delta, na região do bairro São Cristóvão. 

O caminhoneiro fez uma entrega em Concórdia, porém percebeu o odor do produto que estava vazando de um dos recipientes. Por ser produto perigoso e de manuseio restrito os Bombeiros Voluntários foram acionados. Uma empresa foi contatada para remover o líquido do recipiente que estava vazando. De acordo com os Bombeiros Voluntários de Concórdia, trata-se de uma líquido usado para lavanderia hospitalar.

O produto seria entregue em Joaçaba, segundo as informações.

A Polícia Militar Ambiental e a Defesa Civil também foram acionadas para averiguar a situação e dar os encaminhamentos sobre o transporte. A informação apurada é de que esse tipo de material não poderia estar sendo transportado dessa forma, ou seja, em um caminhão sem as condições adequadas.

Os Bombeiros Voluntários para fazer a verificação do material que estava apresentando vazamento precisou usar roupa especial e máscara de oxigênio. O odor é muito forte e toda a área próxima do caminhão acabou sendo isolada pelo risco de contaminação das pessoas que passavam pela região.