Concórdia – De olho nas questões ligadas à saúde, o vereador Evandro Pegoraro (PT) teve aprovado um pedido de informação onde solicita ao Executivo qual o número de agentes de saúde que estão ativas em Concórdia, bem como os valores repassados ao Governo Federal para auxiliar no custeio da mão de obra.

Ele salienta que este trabalho, bem como todos os serviços oferecidos nas Estratégia Saúde da Família (ESF), são fundamentais na prevenção e no atendimento aos concordienses. “As agentes levam informações diretas às pessoas, seja na questão da dengue ou outras campanhas de prevenção. Ano passado pedimos informações e até agosto de 2018, a queda foi de 16 agentes”, frisa.

O vereador explica ainda que parte do salário das agentes é custeado pelo Ministério da Saúde, por meio de programas do Governo Federal.

“Queremos saber se há dificuldades com esses recursos, se é uma política do governo municipal, porque a prevenção e o trabalho das agentes está sendo prejudicado com a redução que está havendo”.

A ideia de Pegoraro é poder entender os motivos desta redução e evitar qualquer prejuízo à população atendida. 

Ascom/Câmara de Vereadores