SC – Algumas ações na Justiça do Rio Grande do Sul já garantiram o bloqueio de dinheiro visando a indenização de investidores da empresa Indeal, de Novo Hamburgo que foi fechada em operação da Polícia Federal e Receita Federal. Muitos investidores da região também acabaram nos últimos meses depositando dinheiro com a promessa de receber rendimentos acima do mercado.

Em Concórdia, são pelo menos R$ 3 milhões em investimentos por parte das pessoas que foram convencidas que o negócio seria legalmente viável.

Por enquanto, nenhuma ação foi protocolada no Fórum de Concórdia ou Seara, onde vários investidores estão aguardando ressarcimento. Somente em Joinville dois processos já estão em andamento. No Rio Grande do Sul, já há pelo menos duas decisões favoráveis a clientes da empresa. Em Novo Hamburgo um empresário ingressa com a demanda judicial e por decisão liminar a Justiça determinou a reserva de R$ 236 mil dos bens e valores apreendidos e bloqueados.

Até o momento nenhum investidor garantiu o ressarcimento dos valores, segundo as informações apuradas pelo jornalismo da Atual FM. Os proprietários da empresa foram presos, alguns estão em liberdade com tornozeleira eletrônica e o montante que a empresa está devendo chega a R$ 1,1 bilhão. São 23 mil clientes em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, sendo centenas de Concórdia.