Região – Um vice-prefeito da região está sendo investigado pela Polícia Civil por ter supostamente agredido a namorada no último fim de semana. Conforme boletim de ocorrência, o caso aconteceu após um evento. Segundo as informações, por volta das 21h o casal estava retornando para casa quando o homem de 34 anos passou a agredir a namorada, com quem tem uma relação amorosa há cerca de 7 meses. 

Ela declarou na delegacia que o homem estava alcoolizado e ainda na rodovia, dentro do carro em movimento, o homem iniciou as agressões. Ainda de acordo com o relato, o agressor saiu com o carro no acostamento, desembarcou, e derrubou a mulher ao chão. Neste momento em diante a vítima recebeu tapas, chutes e socos. Ela se lesionou na face, braço, costas e pernas. 

Ele ainda disse que iria matá-la e depois cometer suicídio, dizendo que a mulher não ficaria com mais ninguém a não ser ele. Durante as agressões, ela não conseguiu fugir. Somente na casa do homem, quando ele dormiu, foi que a vítima buscou ajuda com o irmão. O caso está sendo investigado pela polícia e o vice-prefeito deverá ser ouvido nas próximas horas. 

Caso envolvendo deputado

A companheira do deputado federal Daniel Freitas (PSL-SC) prestou queixa na Polícia Civil, no último fim de semana, contra o parlamentar, por violência doméstica. A ocorrência foi registrada na delegacia de Balneário Rincão, no Sul de Santa Catarina. Procurado pela reportagem, o delegado regional e responsável pelo caso, Vitor Bianco Júnior, confirmou a existência do boletim de ocorrência. Já o deputado, nega.