Contrariado com a polêmica sobre o adiamento ou não do jogo entre Flamengo x Palmeiras, realizado neste domingo, em São Paulo, a partir de uma ação impetrada no Tribunal Regional do Trabalho, do Rio, por um funcionário do Rubro-Negro, o presidente do Atlético-MG, Sergio Sette Camara, disse que vai pedir à procuradoria da justiça desportiva o banimento do Flamengo do Campeonato Brasileiro. Segundo o dirigente, a lei vale para todos. O Flamengo se utilizou da Justiça comum para descumprir o protocolo da CBF e desrespeitar todos os outros 19 clubes da Série A, e isso é passível de banimento. Tem de ser rebaixado automaticamente. O Atlético-MG vai entrar com um pedido à Procuradoria do STJD para a exclusão do Flamengo do Brasileiro.