Você provavelmente já deve ter ouvido falar sobre acupuntura e seus benefícios. Essa terapia milenar, originária da China, baseia-se na aplicação de agulhas em pontos estratégicos do corpo para tratar doenças e promover saúde e bem-estar. Mas, você sabia que a acupuntura na gravidez pode ser muito benéfica para a mamãe e para o bebê durante todo esse período e também no pós?
No geral, a acupuntura contribui para o alívio de dores, enjoos e incômodos comuns da gestação, além de preparar para o parto, e até mesmo, ajudar a produção de leite materno. 

Por que fazer acupuntura na gravidez?

1. Auxilia no tratamento dos incômodos comuns da gestação: náuseas, vômitos, inchaços e dores;
2. Melhora a ansiedade e medo do parto;
3. Pode ajudar com o peso abaixo do ideal do feto;
4. Alivia a tensão muscular da gestante;
5. Melhora a circulação útero-placenta;
6. Harmoniza e melhora a relação mãe e bebê;
7. Acelera a saída do bebê durante o parto;
8. Regulariza as contrações;
9. Estimula a produção de leite materno;
10. O bebê nasce mais tranquilo.

Acupuntura para ter uma gravidez e pós-parto mais tranquilos
Como vimos acima, os benefícios da acupuntura na gravidez são importantes tanto para a mamãe quanto para o bebê. Fora da gravidez, a acupuntura é muito procurada para tratar ansiedade, por exemplo. Não seria diferente durante a gestação, visto que muitas mulheres ficam muito ansiosas com as mudanças que acontecem no corpo, e até mesmo com medo de passar pelo parto.
A escolha de fazer acupuntura durante a gravidez pode ser ótima para evitar trabalhos de parto lentos, contrações que demoram a ficar ritmadas e dilatações que não evoluem.
Outro ponto interessante para aliar a acupuntura à gravidez e ter um parto mais tranquilo é o fato de que a técnica pode auxiliar no encaixe do bebê. De acordo com especialistas, bebês que estão sentados, ou então, na transversal, podem ser estimulados ao encaixe para o parto normal com a acupuntura. Quanto mais cedo for notado que o pequeno precisa ser reposicionado, mais chances da técnica milenar ajudar o encaixe.
Além disso, com todos os benefícios da acupuntura relatados durante a gestação, o bebê nasce mais tranquilo, e há até relatos de redução de cólicas nos pequenos!

Técnica milenar é ótima aliada à amamentação
Muitas mamães enfrentam dificuldades para amamentar, mesmo que estejam produzindo leite suficiente para tal. Isso acontece porque no pós-parto, a mulher é acometida novamente por uma série de mudanças hormonais, fisiológicas e psicológicas. Preocupações, nervosismo, cansaço, depressão pós-parto e críticas são fatores que contribuem para a mãe não evoluir na amamentação, podendo levar ao secamento do leite materno.
A acupuntura segue como aliada nessa questão e ajuda na estimulação da produção de leite, já que promove bem-estar, controla todos os esses sintomas e evita que eles continuem atrapalhando nessa fase tão importante para o bebê.

Cuidados com a acupuntura na gravidez
A técnica milenar pode ser utilizada em qualquer fase da gestação, mas deve ser aplicada por um acupunturista experiente, já que existem pontos que não podem ser estimulados em certos períodos da gestação, pois podem induzir ao aborto e trabalho de parto. No entanto, esses pontos específicos podem ser utilizados somente quando houver necessidade da indução ao parto.
Em geral, as gestantes que queiram fazer acupuntura na gravidez, devem passar por sessões de no máximo 30 minutos. As estimulações têm de ser suaves e cuidadosas, sendo que o profissional pode selecionar, principalmente nos primeiros encontros, o menor número de pontos de acordo com as queixas da gestante. Além disso, é recomendado discutir a vontade de realizar a técnica com seu médico obstetra também.

 

Fonte: Blog Grão de Gente