A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), divulgou, nesta terça-feira (30), ter identificado dois casos da variante ômicron no Brasil. As análises ainda são preliminares, e passarão por um outro processo para confirmação do resultado. Os dois casos são de pessoas que passaram pela África do Sul.

Os viajantes estavam no continente africano e desembarcaram no aeroporto de Guarunhos, em São Paulo, na última terça-feira (23). Quando chegaram ao Brasil, o teste de covid dos dois apresentou resultado negativo. Em um outro teste, realizado na quinta-feira (25), houve a detecção do coronavírus. Por terem passado por um dos países focos da nova cepa, o sequenciamento genético foi realizado.

A agência recebeu a notificação da análise por notificação do laboratório Albert Einstein. O Instituto Adolfo Lutz fará o procedimento de confirmação para ter certeza que se trata da nova variante da Covid-19.

A cepa ômicron é apontada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como “variante de preocupação”. Ela recebeu essa característica por ter mais mutações que as demais, são 50. Há também indicação de que a cepa possa facilitar reinfecção.