A primeira mulher do Norte do Brasil a integrar o quadro de árbitras assistentes da FIFA tem nome e sobrenome: Bárbara Roberta da Costa Loiola. A confirmação aconteceu na quarta-feira, quando a entidade máxima do futebol divulgou sua lista de árbitro internacionais. O nome da paraense consta junto aos demais representantes do Brasil.

Bárbara Loiola pleiteava uma vaga desde setembro passado, quando foi convocada para os testes físicos realizados na sede da CBF no Rio de Janeiro. Aprovada nos exames, em novembro foi oficialmente indicada pela CBF à FIFA  e, agora, será a única representante do Pará na federação internacional, já que  Dewson Freitas deixou o quadro após a virada do ano.

Técnica de enfermagem, Bárbara tem 28 anos de idade. Ela fez o curso de arbitragem em 2008 e há três temporadas faz parte do quadro da CBF. Na Confederação, a assistente primeiramente só atuou em partidas do futebol feminino, mas a partir de 2018 foi escalada a jogos dos estaduais e da Série D nacional. No ano passado Bárbara esteve presente em jogos das Série C e D do Brasileiro, Copa Verde e Brasileirão feminino.

Agora dona de um escudeto FIFA, Bárbara Loiola está apta a participar de competições internacionais como, por exemplo, a Copa do Mundo Feminina Sub-17, que ocorrerá em novembro na Índia; ou até mesmo das Olímpíadas de Tóquio, de julho a agosto deste ano.