Itajaí – O juiz Tanit Daltoé, da 2ª Vara Cível de Itajaí, condenou o diretório municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) em Itajaí a pagar uma indenização por danos morais ao empresário Luciano Hang e à rede de lojas Havan. O motivo foi um protesto, organizado em janeiro deste ano em frente à loja de Itajaí.

Hang pedia R$ 40 mil de indenização _ R$ 20 mil para ele e outros R$ 20 mil para a empresa. A Justiça determinou o pagamento de R$ 10 mil ao todo, R$ 5 para o empresário e mais R$ 5 mil para a Havan.

Luciano Hang disse, nesta quarta-feira, que se sente vitorioso e não recorrerá do valor. Ele pretende doar o que receber à Apae de Itajaí.

Em fevereiro deste ano o mesmo juiz já havia determinado ao Partido dos Trabalhadores que apagasse das redes sociais um vídeo sobre o protesto. A determinação foi cumprida.

Rômulo Mafra, presidente do diretório municipal do PT, diz que vai recorrer da condenação por dano moral ao Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC).

O empresário e a Havan também processaram organizadores de protestos em Florianópolis e em Chapecó. (Informações NSC)