Saudades – A perícia médica oficial concluiu que o autor da chacina creche em Saudades, no Oeste de Santa Catarina, Fabiano Kipper Mai, sabia o que estava fazendo: “Tinha plena capacidade de entender o caráter criminoso na época dos fatos”. O laudo considera que hoje o acusado sofre de distúrbio, o que não compromete a sua capacidade de responder pelos crimes.

O exame de sanidade mental foi determinado pela Justiça e realizado pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). O resultado também será analisado pelo Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) e pela defesa. No dia 4 de maio, o jovem de 18 anos invadiu a creche Aquarela, em Saudades, e matou três bebês, uma professora e outra funcionária. As vítimas foram atacadas a golpes de faca.

O rapaz foi denunciado pelo MPSC por 5 homicídios consumados e 14 tentados. Agora a Justiça vai decidir se o acusado será julgado pelo Tribunal do Júri, como pede a Promotoria.

NSC