Chapecó – A Divisão de Investigação Criminal (DIC), da Polícia Civil de Chapecó, elucidou a morte de Cleiton dos Santos, de 32 anos. Segundo informações do Delegado da DIC, Vagner Papini, a vítima foi morta no dia 3 de julho, na linha São Lucas, no interior de Chapecó.

Após a tramitação do Inquérito Policial, a Polícia Civil entendeu que o fato foi praticado em legítima defesa. Na ocasião, Cleiton subtraia os fios de cobre que possibilitam o funcionamento da energia elétrica na casa do autor, quando foi morto.

Conforme o delegado, o autor do fato é filho do proprietário onde a vítima estava praticando o furto. Num primeiro momento, o homem fugiu com medo de ser preso em flagrante. Depois, no outro dia, ele se apresentou e prestou os esclarecimentos. 

A Polícia concluiu que a vítima estava praticando o furto dos fios elétricos, inclusive com a interrupção da energia elétrica no imóvel. Ele também já tinha mais de 200 metros de fios furtados. O proprietário ouviu barulho e foi verificado, sendo que o ladrão, de posse de facão, partiu pra cima. 

Neste momento, o filho do proprietário do imóvel, de posse de uma arma registrada e legalizada, disparou um único disparo fatal.