Presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach admitiu  pela primeira vez que as Olimpíadas vão ter de ser canceladas caso a pandemia do coronavírus não esteja controlada até ano que vem. Em entrevista à “BBC” nesta quarta-feira, o alemão descartou adiar novamente os Jogos de Tóquio. Bach afirmou que o primeiro ministro do Japão, Shinzo Abe, não tem plano B para a realização das olimpíadas, programadas para 23 de julho a 8 de agosto de 2021.