Um torcedor do Vasco entrou na Justiça para tentar anular o jogo contra o Internacional e, por consequência, impedir a CBF de proclamar o resultado do Brasileirão 2020. Caso o pedido seja atendido, a partida vencida pelo time gaúcho por 2 a 0 perderia validade, o que poderia modificar o rebaixamento da competição. A alegação é o mau uso do VAR no confronto de 14 de fevereiro.

Foi o torcedor Luciano Reis da Silva quem ingressou com uma ação popular na última quinta-feira. O caso foi distribuído para a 38ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Por ora, a juíza Flavia Justus não tomou nenhuma decisão.

No entendimento do Vasco o gol de Rodrigo Dourado, o primeiro no 2 a 0, foi em impedimento. E que o VAR não foi bem utilizado. A derrota contribuiu para o rebaixamento da equipe à Série B.