Concórdia – O pedido feito pelos prefeitos do Alto Uruguai Catarinense não foi levado em consideração pelo Governo do Estado que anunciou na tarde desta quarta-feira, dia 29, que a região recebeu uma nova classificação no que diz respeito a Covid-19.

Devido ao número de pacientes internados no Hospital São Francisco, principalmente na UTI, alguns encaminhados de outras regiões para atendimento em Concórdia, a AMAUC foi classificada como “vermelha” a mais grave de todas. Antes, a AMAUC tinha risco “grave”.

As análises são feitas pelo Governo do Estado que através de um sistema informatizado controla a ocupação de leitos de UTI. Com essa nova classificação novas medidas restritivas poderão ser tomadas pelo Governo do Estado nas próximas horas, incluindo a suspensão do transporte público.

Nas últimas horas os prefeitos da AMAUC se reuniram e encaminharam ofício ao governador Carlos Moisés pedindo cautela na classificação, já que Concórdia está com a UTI superlotada devido aos pacientes transferidos de outras cidades do Estado.

Apesar dos casos confirmados diariamente em Concórdia as autoridades de saúde acreditam que o Município está em uma condição estável. Acreditam inclusive que a fase mais grave da doença já tenha passado pela região da AMAUC.