Arabutã – O vereador Felipe Patzlaff usou a tribuna do Legislativo Municipal nessa semana para fazer esclarecimentos e tranquilizar a população sobre a possível fusão ou extinção de municípios catarinenses com menos de cinco mil habitantes. O parlamentar esteve em Florianópolis nas últimas horas reunido com representantes da União dos Vereadores de Santa Catarina (UVESC) e o presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

De acordo com Patzlaff, os representantes do TCE disseram que existe um estudo, mas não encaminhamento para fusão ou extinção de municípios em Santa Catarina. Ressaltou ainda aos presentes na reunião que a divulgação ocorreu de forma equivocada e não se tem nenhum encaminhamento visando tomar medidas que possam prejudicar os municípios.

Patzlaff considerou no encontro que o Município de Arabutã é uma cidade com 4,2 mil habitantes aproximadamente, porém viável financeiramente e o desenvolvimento pode ser visto pela população. Há alguns anos os moradores tinham muitas dificuldades de acesso, principalmente na saúde. Atualmente a situação é bem diferente.

O vereador defendeu os interesses de Arabutã e disse que a situação precisa ser analisada caso por caso. Ou seja, nem todas as pequenas cidades estão no “vermelho” e com o caixa deficitário. Patzlaff garantiu que o assunto continuará sendo tratado pelos vereadores do Estado defendendo os interesses da população.
“Seria um retrocesso muito grande para a região se os municípios menores fossem extintos. A população seria prejudicada e os serviços, talvez muitos ficariam parcialmente comprometidos”, revelou o vereador.
Patzlaff pretende participar de novos encontros visando defender a manutenção da atual estrutura de municípios em Santa Catarina.