Concórdia – Com o objetivo de fiscalizar o serviço público, o vereador Mauro Fretta (PSB), levantou a preocupação com a denúncia recebida que alguns professores da rede municipal estariam se utilizando das Horas Atividades para trabalharem em outros educandários.

“Quero deixar bem claro que ninguém aqui está contra os professores. Mas estamos fiscalizando para que a comunidade possa receber com eficiência o serviço de educação”, destacou.

Conforme Fretta a situação já foi apontada para a Secretária de Educação, Conselho de Educação, além da Comissão responsável no Legislativo.

“Existem relatos que os professores teriam dificuldades para fazer o planejamento dentro dos educandários, por diversos motivos, com falta de espaço físico, problemas com internet e equipamentos de informática. Mesmo assim, isto não dá o direito do professor usar este tempo para outro emprego”, afirmou o vereador ao reforçar que a grande maior parte da categoria respeita as regras do funcionalismo público.

Para ele, a principal questão é garantir que os professores possam efetivamente utilizar o tempo das horas atividades para planejar as aulas e o trabalho.

“Nós sabemos a importância deste profissional e também da necessidade de terem condições de trabalho. Por isso, também a minha sugestão que quando da reforma e melhorias das escolas sejam avaliados e reposicionados estas salas para o cumprimento desta horas, que é um direito da categoria”, disse.

(ASCOM/Câmara de Vereadores)